Por que o Truth and Tales ganhou selo de ouro do Mom’s Choice Awards?

Temos o orgulho de anunciar que o Truth and Tales ganhou o selo de ouro no Mom’s Choice Awards!

O Mom’s Choice Awards é uma plataforma que avalia produtos e serviços desenvolvidos para crianças, famílias e educadores. O Mom’s Choice Awards é reconhecido por estabelecer um referencial de excelência em mídia, produtos e serviços voltados para a família. O Mom’s Choice Awards é um programa dos Estados Unidos, mas já avaliou milhares de itens em mais de 55 países.

Os itens são avaliados pelo Mom’s Choice Awards na qualidade de produção, design, valor educacional, valor de entretenimento, originalidade, apelo e custo. Os avaliadores do Mom’s Choice Awards são interessados nos itens que promovem o bem, que são inspiradores, e que auxiliam famílias a crescer emocionalmente, fisicamente e espiritualmente.

Para que o Truth and Tales fosse avaliado como selo de ouro do Mom’s Choice Awards, o app cumpriu com todos os requisitos citados com excelência, mas podemos citar alguns dos destaques.

Quais os diferenciais do Truth and Tales?

O tipo de história

Podemos começar com a qualidade dos livros: a curadoria do Truth and Tales é feita por neurocientistas, médicos e profissionais da educação que participam de congressos e eventos, estando em constante atualização.

Por isso as teaching stories foram selecionadas para o Truth and Tales: elas contêm importantes elementos que não só ajudam as crianças na alfabetização e no contato com a leitura, mas também auxiliam no crescimento da criança como ser humano consciente.

O Truth and Tales atua no desenvolvimento cognitivo, no equilíbrio emocional com o reconhecimento das emoções, nas habilidades de negociação, além de trabalhar atributos como empatia e percepção.

A narrativa

A narrativa foi pensada para que a criança fosse surpreendida pelos personagens: o vilão que não é malvado, o “erro” que não deu errado, os adultos que não sabem tudo. Pode parecer detalhe, mas com uma infinidade de histórias que trazem essa dicotomia vilão/mocinho, errado/certo, adultos que sabem de tudo/crianças que não sabem nada, os pequenos leitores vão relacionando isso com o que acontece na vida e tomando como verdade.

Os graus de sutileza também é um fator importante no Truth and Tales. As histórias são profundas e a percepção vem em ondas. A criança que leu os contos aos 5 anos terá uma experiência diferente de quando leu depois aos oito, percepções diferentes. As fichas caem aos poucos e de forma bem específica e pessoal de cada pessoa. A necessidade de cada um é muito diferente, e as teaching stories atuam de acordo com elas.

Por dentro do Truth and Tales

O design é, sem dúvidas um ponto forte do Truth and Tales: além de deslumbrante, foi pensado para uma leitura calma e tranquila, com cores que não super excitam o cérebro das crianças. Tudo isso somado às animações e interações que proporcionam uma experiência rica e divertida.

As mecânicas de jogo também foram muito bem pensadas. Por que não é como um livro normal, onde a criança passa as páginas? Fizemos um livro interativo, onde a criança tem o privilégio de explorar os personagens e o cenário. No começo de cada livro, ensinamos à criança como funciona essa interação de forma que ela nem percebe, e a partir daí, é uma surpresa a cada toque diferente nos cenários do livro. Dar liberdade para que as crianças parem, apreciem, busquem detalhes e coloquem atenção no que estão utilizando foi algo que fizemos questão de trazer para o Truth and Tales.

O Truth and Tales também conta com fonte otimizada para dislexia em todo o app. A ferramenta de karaokê também ajuda com a leitura das crianças que estão em fase de alfabetização. Enquanto a narradora conta a história, as frases aparecem no canto inferior do aplicativo, ficando amarelas quando as palavras são lidas.

Truth and Tales foi concebido e produzido com base nos estudos e pesquisas mais atualizados em relação a games e crianças. O app não foi feito para que as crianças não larguem o celular, afinal, não é recomendado que crianças entre 5 e 7 anos fiquem mais de 1 hora por dia expostas às telas, e entre 8 a 10, 1h30.

eBook da UNICEF sobre brincadeiras para bebês e crianças pequenas

Muita gente tem dificuldade em brincar com bebês por não saber quais atividades são indicadas para os pequenos. A UNICEF disponibiliza um eBook bem completo e objetivo com várias dicas para brincar nas diferentes fases de bebês e crianças pequenas.

Já na introdução, o eBook explica a importância da brincadeira de qualidade e os resultados positivos que trazem para as crianças.

O eBook é dividido em duas partes: 0 a 1 ano e meio e 1 ano e meio a 3 anos. Nas duas partes consta uma explicação das fases daquela idade: no que prestam atenção, habilidades desenvolvidas, etc, e brincadeiras que podem ser inseridas e exploradas de acordo com a fase que o bebê ou a criança está passando.

O eBook é super completo, com uma linguagem acessível e bem democrático. Para baixar o material, você precisa acessar este site e fazer um cadastro no site da UNICEF. O eBook chega no seu e-mail assim que você completar o cadastro.

O eBook “Brincadeira de Criança – Brinquedos e brincadeiras para bebês e crianças pequenas” é uma adaptação contextualizada do material “Brinquedos e Brincadeiras de Creche – Manual de Orientação Pedagógica” elaborado pelo Ministério da Educação, por meio da Secretaria de Educação Básica, com a parceria do UNICEF em 2012.

Como as Teaching Stories podem ser combinadas com a tecnologia?

Depois do nosso último post, imaginamos que você já saiba os benefícios das teaching stories. Mas onde podemos identificar os elementos das teaching stories nos contos?

Organizamos um material baseado no Truth and Tales, o app que lançamos, explicar melhor como as teaching stories se dão na prática.

Além dos benefícios das teaching stories, os livros têm outros destaques, como a opção de serem narrados ou sem som para a criança ler sozinha ou acompanhada dos pais. As histórias contarão com uma ferramenta de karaokê, onde as palavras lidas pelo narrador ficam amarelas, facilitando na leitura e auxiliando as crianças em alfabetização. Também serão interativos, dessa maneira, a criança não será uma mera espectadora: ela poderá participar da história e ter uma experiência mais imersiva.

Nesta cena da história que lançamos no aplicativo há alguns elementos das teaching stories:

Infográfico de teaching stories. Foto de menina com um buquê de flores ao lado de um dragão desenhado. Os itens Negociação e Empatia saem do dragão, e os itens Padrões de comportamento e Negociação saem da criança.
Infográfico Teaching Stories

O que acontece na cena da teaching stories é o seguinte: a criança precisa de um elixir para resolver seus problemas. O elixir se encontra dentro na caverna do dragão. Antes de encontrar o dragão, a criança passou por uma vila onde os aldeões estavam bravos e com raiva do dragão porque ele soltava fogo e queimava tudo. A criança e o dragão conseguem resolver a questão de uma forma diferente do que costumamos encontrar em histórias infantis.

Elementos presentes no exemplo acima e nas teaching stories:

1) Negociação: Criança e Dragão precisam de coisas que desejam. A Criança chega na caverna do Dragão sabendo que ele tem o que ela precisa. Ele dialoga com ela e, conversando e cada um expondo seus motivos e pontos de vista, conseguem chegar a um acordo em que ambos saem felizes.

2) Padrões de comportamento: as personagens que compõem as teaching stories não têm um padrão comportamental, ou seja, não há heróis, mocinhos ou vilões. Neste caso, a criança, que é a personagem principal, quer enfrentar o dragão antes mesmo de conhecê-lo.

Nos contos mais “tradicionais”, personagens principais não demonstram sentimentos considerados negativos de forma explícita, como raiva e tristeza. Antes do Dragão aparecer em cena, ele era tido como o antagonista. Ao desenrolar do conto, a criança se surpreende com o comportamento do Dragão, e percebe que ele não é quem parecia ser.

3) Empatia: Quando a Criança e o Dragão dialogam sobre os motivos pelo qual ele sopra fogo, ela entende e percebe seu problema, e se coloca em seu lugar.

4) Percepção: A Criança chega na caverna do Dragão disposta a derrotá-lo e conseguir o que deseja. Tanto o Dragão quanto a Criança percebem que ambos têm problemas a ser resolvidos e que nenhum deles é bom o mau por conta disso, após se conversarem e conseguirem ver o lado de cada um.

Estes elementos são colocados nas teaching stories dentro de uma estrutura particular onde a criança absorve de forma fluida, já que o contexto em que estão inseridos é coerente.

O que são Teaching Stories?

Histórias e contos são elementos presentes na vida de crianças de quase todas as culturas do mundo. É por meio delas que sabedorias, valores e costumes permanecem vivos através das gerações. Conheça as teaching stories!

Mas será que as histórias tradicionais, que estão presentes em muitas culturas principalmente ocidentais, transmitem a mensagem com o mesmo objetivo de quando foram criadas? Será que elas contém os elementos necessários para que a mensagem e intenção iniciais permaneçam intactas ao longo dos anos? Neste post, vamos falar um pouco sobre tipos de histórias diferentes chamadas teaching stories.

Foto de mãe e filha, de aproximadamente 4 anos, lendo um livro de teaching stories juntas. Ilustrações de borboletas e lâmpadas saindo do livro
Teaching stories atuam diretamente no desenvolvimento cognitivo.

Existem alguns contos orientais que foram criados com alguns elementos permitindo que a intenção real sobreviva e toque muitas pessoas através das gerações. São as teaching stories.

As teaching stories não trazem moral da história nem repetição de padrões já conhecidos e naturalizados pelas pessoas – característica esta que muitas histórias folclóricas repetem . Teaching stories utilizam certas palavras e eventos que, organizadas de tal maneira, atuam no cérebro de forma diferente.

Como funciona?

Os modos surpreendentes com que os personagens das teaching stories conseguem solucionar um causo incentivam o cérebro a ampliar e perceber novas possibilidades, atuando diretamente no desenvolvimento cognitivo.

Como as teaching stories não fazem parte dos padrões de associações comportamentais, as crianças conseguem desenvolver mais flexibilidade na hora de solucionar problemas e lidar com situações em que não estão acostumadas a viver. Se as crianças tiverem contato com as teaching stories, elas poderão se tornar adultos mais preparados para o inesperado e mais perceptíveis em relação à inteligência emocional e a si mesmas.

A eficácia das teaching stories no cérebro das pessoas está baseada em estudos. Um dos pesquisadores sobre o assunto foi o psicólogo e autor Robert Ornstein. Muitas das teaching stories que Robert Ornstein pesquisou foram publicadas pelo também professor, autor e pesquisador inglês Idries Shah.

Você pode conferir as teaching stories publicadas por Idries Shah no site da Fundação Idries Shah. Além das teaching stories, há uma grande variedade de livros, aulas em áudio e textos sobre crianças, literatura infantil, psicologia infantil e psicologia em geral. Vale a pena conferir!